Um dia especial na Escola Municipal Francisca Abreu, no Parque Jerusalém. Com roda de desejos, música e, no clima festivo de Natal, o diretor Humberto Barbosa recebeu a placa “Escola Parceira” do projeto Sim à Vida. A ação de prevenção às drogas é realizada pelo Movimento Saúde Mental Comunitária do Bom Jardim (MSMC) e co-financiada pela CBM International e União Europeia. A programação com a escola parceira envolveu 50 crianças.

A educadora Joici Souza realizou sessão de relaxamento, seguida de visualização criativa e roda dos desejos para o ano novo. Depois, as crianças realizaram atividade musical, conduzida pelo músico Israel Lima. Ao final, em um abraço grupal, foi manifestada a sensibilidade de tocar e sentir a alegria de todos.

A programação quinzenal do projeto envolve três escolas parcerias, com uma participação de 210 crianças. Além delas, outras 240 crianças e adolescentes são acolhidos diariamente nas comunidades do Marrocos, Bom Jardim e Siqueira, em Fortaleza; e Horto, em Maracanaú.

O foco das atividades é fortalecer a autoestima das crianças que moram em comunidades vulnerabilizadas pelas condições socioeconômicas e a violência urbana, entre outros problemas enfrentados. Com grupos, atividades lúdicas, momentos de relaxamento, entre outras atividades, as crianças e adolescentes vão se reconectando consigo e com o meio que as forma. Isso eleva a autoestima e projeta a vida.

Também são visitadas as famílias e os familiares e, quando necessário, são acompanhados para o serviço de assistência social e de atenção à saúde. As medidas protetivas de direitos são acompanhadas por uma assistente social e, nos casos de atenção psicológica, por uma psicóloga do projeto.

 

Sobre o Movimento Saúde Mental

Fundado em 1996, o Movimento Saúde Mental atua, entre outras coisas, com grupos de terapia comunitária, embasado pela Abordagem Sistêmica Comunitária, e desenvolve atividades para todas as faixas etárias no bairro Bom Jardim, em Fortaleza e bairros vizinhos.